CENTRAL NACIONAL DE VENDAS: 4020-3852
CENTRAL DE ATENDIMENTO AO CONVENIADO: 0800 024 1150
DEIXE UM IDOSO QUENTINHO
Para cada cadastro, doamos R$3,00 para a instituição Velho Amigo.
Preencha seus dados de graça aqui e nos ajude a aquecer um coração velhinho.

Como funcionam os funerais em outras culturas

Confira os países que têm uma forma diferente de velar os seus mortos

Funerais em outras culturas
{Oferta-Teste-Gratis}

O funerais são sempre um momento de dor e despedida em que as pessoas fazem declarações àqueles com quem conviveram. No entanto, diferente do nosso país, algumas culturas tâm uma forma diferente de velar os seus mortos. Confira agora como funciona os funerais em outras culturas. 

Indonésia 

Entre os torajanos, caso não exista recurso financeiro para a realização de uma linda cerimônia, o corpo é embalsamado e guardado na casa da família, até que os parentes possam realizar o funeral. Durante esse período, os entes queridos são tratados como se estivessem doentes em vez de mortos. 
O enterro pode ser assistido por turistas e, durante a celebração, o corpo fica em uma urna cilíndrica em um altar. Para que o falecido fique próximo à natureza, os túmulos (uma espécie de urna) são pendurados em rochas ou pequenas grutas.  

Estados Unidos 

Normalmente, os familiares produzem murais de fotos para homenagear o falecido e os participantes do velório ganham um cartão de lembrança do funeral. O corpo leva alguns dias para ser preparado e, durante esse período, a família fica reunida, recordando os episódios importantes que tiveram ao lado da pessoa falecida.  

No momento do enterro, geralmente, os parentes e os amigos colocam no caixão objetos que apontem sua ligação com o falecido. Depois do velório, ocorre uma recepção com buffet na casa da família.

Itália e Suíça

Na Itália e na Suíça os funerais ocorrem dentro das próprias casas e duram em média sete dias, para que todos os familiares tenham tempo o suficiente para se despedir. Nesses países não é costume ver as pessoas chorando, ao contrário, durante o funeral eles comem, conversam e até dão risada, sem nenhum constrangimento pois é uma prática cultual.

Falar sobre plano funerário ainda é um tabu, porém, imprevistos acontecem. Saiba como se planejar financeiramente!

Rússia

Na Rússia o funeral é tido com uma cerimônia alegre. Ao contrário de outras culturas, neste país as pessoas se vestem colorido e na maioria das vezes utilizam uma igreja ortodoxa para que todos possam celebrar a vida do falecido com cânticos de alegria. O preto não é bem-vindo.

México

No México a morte também é vista como algo bom e alegra. Para eles representa a libertação da vida de vaidades que vivemos. Um exemplo é o dia de finados, para os mexicanos não é dia de tristeza e sim de alegria e celebrações. As pessoas usam as roupas e preparam os pratos com o gosto do falecido com o objetivo de trazer prosperidade para os vivos.

Japão

Os funerais no Japão costumam ocorrer em casa e são os próprios familiares que costumam fazer o serviço de tanatopraxia que consiste na limpeza e preparação do corpo para o funeral. Os familiares fazem também a maquiagem para deixar o corpo com uma aparência saudável. É uma cerimônia em que o silêncio é cultuado durante a maior parte do tempo. Cada país aplica em seu rito fúnebre a cultura que está enraizada e a forma como cada um enxerga a vida e a despedida é que fazem a diferença no funeral. No Brasil os funerais normalmente são cerimônias em que há muita da dor e do sofrimento, a eterna despedida ainda é tida como algo que só o tempo conseguirá  "curar" se conseguir. Porém, o mais importante é guardar as boas memórias e os momentos alegres que vivenciamos com aqueles a quem amamos. 

Alemanha

Na Alemanha, a preparação do corpo leva alguns dias, às vezes, algumas semanas. Tudo depende do calendário da funerária. Após o funeral, os familiares e amigos se encontram em um restaurante para um tipo de confraternização fúnebre, que é chamada de 'Leichenschamaus', em alemão. Não ir até esse evento é um ato desrespeitoso.

 

Canadá 

Em certas cidades do interior, onde o inverno é mais intenso, os corpos são embalsamados e armazenados em locais próximos aos cemitérios. Normalmente, em prédios que são construídos com esse propósito.  

As famílias são orientadas a optar pela cremação. Porém, caso escolham o sepultamento, é necessário esperar que a quantidade de gelo no solo diminua, para que o sepultamento seja efetuado.  

Você deseja conhecer nossos planos? Preencha o formulário abaixo!
Logo Carregamento